O que não fazer ao gravar um vídeo?

Você já deve ter tido a experiência de assistir vídeos em que a pessoa em destaque dá uma certa “preguiça” em continuar assistindo.

Hoje vamos dar algumas dicas para você/sua empresa evitar de passar por isso:

  1. Ruídos no áudio incomodam muito! Ao gravar um vídeo, aposte em um microfone de lapela. Existem vários tipos, mais caros (+ de R$100,00) e mais em conta (+- R$30,00) e são indispensáveis para capturar sua voz em 1º plano e reduzir eco, som de carros, vozes de pessoas passando perto e outros sons que possam ser captados na câmera.
  2. E… Para onde olhar? Resposta simples: para a câmera. Não olhe na tela da câmera, não olhe para os lados, nem para cima… A câmera é o olho do seu espectador. Por isso o ideal é saber o que se vai dizer no vídeo! Evite ler no teleprompter, os espectadores percebem.
  3. Cenário importa! Não grave no escuro e, se puder, ilumine com luzes artificiais projetadas em você ou aproveite a luz solar. Procure um lugar que forneça um plano de fundo limpo, organizado, que não atraia mais atenção do que você. E lembre-se que uma parede branca pode ser transformada em um Chroma Key e na edição esse fundo pode ser o que você quiser (e seu editor permitir)!

  4. Tenha postura! Manter-se tranquilo e relaxado é fundamental para demonstrar firmeza e segurança no que você está falando. Gesticular é normal e ajuda a demonstrar essa calma! O importante é não sair do enquadramento.
  5. Não descuide da velocidade da fala e melhore sua eloquência. Para que seus vídeos sejam sucintos e não “enrolem” o espectador, encontre palavras que sintetizem melhor o conteúdo. Evite gírias e palavrões e fale com pausas estratégicas para dar o “tom” do vídeo. Cuidado para não falar devagar demais a ponto de entediar quem está assistindo e nem tão rápido a ponto de não dar pra entender nada.
  6. Cuidado com o tom e volume da voz! Esse é ponto é super importante! Mude o tom de voz e a altura também para manter o interesse de quem assiste. Monotonia dá sono, isso é científico!
  7. Fale frases simples com construções básicas! Não tente dar uma de “José de Alencar” a não ser que esse seja seu natural. Frases simples, diretas e bem faladas são mais “atraentes” aos ouvidos do público em geral.
  8. Atente ao enquadramento! Mantenha um espaço máximo de ocupação para não desfocar a câmera durante a gravação. Uma dica prática é deixar dois dedos sobrando acima da cabeça e nunca estender os braços por completo em nenhuma direção.
  9. Ao gravar com o celular, dê preferência às câmeras traseiras. A qualidade é, normalmente, muito superior às frontais! Utilize também um tripé que estabilize o aparelho para não ficar com aquela cara de “vídeo caseiro tremido”.
  10. Coloque o celular no modo avião! Para garantir que você não vai receber notificações que vão atrapalhar o áudio do vídeo, fique fora do ar e dedique-se exclusivamente à gravação.
  11. Edite! Pelo menos tire as lacunas em silêncio, ruídos, e adicione algum texto que contextualize (muitas pessoas vêem os vídeos no silencioso para depois assistir em casa) o usuário sobre o tema. Não subestime o poder do “Watch Later” do YouTube e o “Save” do Instagram/LinkedIn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *